Mulher Maravilha : reanimando os filmes de super heróis

0

Diana Prince veio de Themyscira com uma importante missão: salvar a imagem da DC nos cinemas e reconquistar a confiança do grande público. Ela conseguiu ! Mulher Maravilha não é só um filme espetacular mas é o primeiro e grandioso filme de uma heroína, e o filme que possui mais acertos até agora no DCEU .

Em nossa época, Diana recebe uma encomenda especial da Wayne Enterprises, e começa a relembrar a idade de ouro de sua carreira. Vemos no primeiro ato a Ilha de Themycira, que é impressionante, e nela a jovem trilha um caminho incerto, com o desejo de se tornar uma guerreira, e tendo que lidar com a preocupaçao de sua mãe Hipolita, que quer ver sua filha longe de batalhas desnecessárias (interpretada por Connie Nielsen, excelente). Treinada mais rigorosamente do que todas as outras amazonas por Antíope (com uma atuação igualmente boa de Robin Wright), Diana cresce com força e o conhecimento divino e histórico de seu povo, porém desconhece a realidade atual do mundo dos homens.

Resultado de imagem para wonder woman

Steve Trevor (Chris Pine) conduz o humor do filme de maneira eficiente e apresenta um por um os alívios cômicos, representados pelos seus amigos de guerra e sua secretária. Gal Gadot está perfeita, uma verdadeira maravilha, que leva natural e graciosamente, mas ao mesmo tempo forte e com personalidade, a sua personagem da inocência da ilha paraíso ao horror da guerra. O filme também é tecnicamente bem feito, com uma bela fotografia, jogos de câmera surpreendentes e um 3d competente, nota-se ainda um pequeno exagero no slow motion herdado de Zack Snyder, mas em sua maioria ele é bem utilizado em lutas poderosas e emocionantes, sem falar na já icônica música tema, capaz de arrancar gritos do público.
O vilão Ares é muito interessante, e apesar de um pouco controverso, o plot de sua identidade é muito competente e inesperado.

Patty Jenkins está de parabéns por ter apresentado um filme empoderado, leve mas com temas importantes, simples e no ponto certo, sem exageros ou arcos entediantes. Com os ânimos recuperados, que venha a Liga da Justiça.