Os Piores Momentos dos Filmes da Marvel

0

Os fãs dos filmes da Marvel são muito pacientes. Eles sofreram com muitos desastres, como Quarteto Fantástico – todos os três -, prequels catastróficas, um Multiverso dividido entre vários estúdios e até mesmo o fato de que o primeiro herói da Marvel a realmente aparecer nos cinemas foi Howard, o Pato. Mesmo os nerds mais pacientes não podem suspender a sua descrença pra sempre e nós ainda carregamos as cicatrizes inesquecíveis de alguns erros terríveis da Marvel. Continue lendo pra abrir essas feridas novamente.

X-Men Origens: Wolverine (2009) – Deadpool

Os Piores Momentos dos Filmes da Marvel 1

Ryan Reynolds fez sua primeira aparição como Deadpool em X-Men Origens: Wolverine, mas foi um Deadpool que ninguém poderia reconhecer. A forma final do personagem foi tão longe do seu colega dos quadrinhos que os fãs imediatamente tomaram aquela versão como uma ofensa. Deadpool foi transformado em um vilão sem boca, com circuitos tatuados pelo corpo, que podia se teletransportar e suas espadas saíam dos antebraços ao estilo Wolverine. O estúdio só se redimiu quando lançou o filme do Deadpool em 2016, deixando o resto do mundo saber o quão genial esse anti-herói realmente é.

Homem-Aranha 3 (2007) – A Dança de Peter

No Homem-Aranha 3, o simbionte alienígena chega à Nova York, se assemelha ao Peter Parker e deixa o cara muito mais confiante e despojado do que nunca. Ele está tão confiante, de fato, que faz uma dança ridícula pela cidade! Muitos fãs apontam pra este constrangimento como sendo o momento exato em que a franquia de filmes do Homem-Aranha morreu e nunca mais ninguém confiou em Sam Raimi novamente.

Motoqueiro Fantasma (2007) – Coração Negro

Os Piores Momentos dos Filmes da Marvel 2

É impossível um filme sobre um motoqueiro com cabeça de crânio flamejante não ser legal. Droga, Nicolas Cage até tem uma tatuagem do tal crânio flamejante no braço, assim você acha que o material de origem seriam respeitados. O vilão principal do filme é Coração Negro, que parece um porco-espinho humanoide louco, mas a versão cinematográfica parece mais com o Mr. Bean num show do Evanescence.

Thor (2011) – Martelo Curativo

Não tenho certeza de como a magia asgardiana funciona, pode ser uma tecnologia alienígena tão avançada que nós não entendemos, ou uma força espiritual, ou Odin apenas fazendo o que bem entende quando bem entende, sei lá? Quando um Thor impotente é espancado quase até a morte pelo Destruidor durante a batalha final do filme, Odin decide dar a Thor o seu martelo de volta – que o cura instantaneamente, além de dar um banho e fazer sua barba e, sem perder o ritmo, dá mais poder do que nunca. Canonicamente, o Martelo de Thor foi capaz de transformar um médico deficiente num atleta arremessador de raios, mas no filme? Uma solução muito, muito conveniente e insatisfatória pro pequeno problema de Thor.

X-Men 3: O Confronto Final – A Morte do Ciclope

Os Piores Momentos dos Filmes da Marvel 3

Ciclope vai pra um lago arremessar pedras e se lamentar pela morte de Jean Grey, mas quando chega lá, ele encontra a namorada viva. Os leitores de quadrinhos sabem que Jean Grey foi tomada pela Força Fênix, transformando a X-Men numa poderosa destruidora de mundos, a Fênix Negra. Mas Ciclope não sabe disso ainda, beija a donzela… E explode. É isso aí. O líder dos X-Men se foi num piscar de um olho e nós nem sequer vemos suas entranhas, presumivelmente porque o ator James Marsden tinha coisas melhores pra fazer do que estar em outro filme X-Men.

Quarteto Fantástico e o Surfista Prateado (2007) – Nuvem Galactus

Mesmo que o primeiro filme do Quarteto Fantástico tenha sido uma droga, eles fizeram um segundo – porque se você tem uma dúzia de ovos que estão prestes a apodrecer, você pode usá-los pra fazer um omelete. O segundo Quarteto Fantástico prometeu a chegada do Surfista Prateado, que é um personagem legal, mas com ele veio Galactus, o Devorador de Mundos, um dos maiores vilões da Marvel. Exceto pelo fato de que o diretor Tim Story fez Galactus como um peido espacial, em vez do antigo humanoide alienígena gigante. Há momentos em que a nuvem faminta lembra vagamente o vilão icônico, mas é mais um easter egg do que qualquer coisa que realmente presta.

Hulk (2003) – Os Cachorros do Hulk

O filme do Hulk não foi o pior de todos, mas também passou muito longe de ser o melhor. O filme é relativamente bom… Até que Hulk luta contra um grupo de cães super-fortes mutados pelo seu pai louco – que se transforma num tipo de Homem-Absorvente sem motivo algum. Não é como se estes cães fossem especialmente treinados pro combate ou qualquer coisa, mas ver um poodle enorme e desequilibrado tentando bater no Hulk é simplesmente ridículo. E assistir Hulk bater em animais domésticos, não importa que sejam mutantes, não está nada certo.

Capitão América: O Primeiro Vingador (2011) – O Capitão Afunda Com o Navio

Os Piores Momentos dos Filmes da Marvel 4

O final d’O Primeiro Vingador é definitivamente um dramalhão e teria sido fácil evitar que Steve Rogers mirasse seu avião no oceano pra salvar milhões de vidas – como inúmeros fãs apontaram, havia provavelmente uma resposta melhor. Enquanto que precisávamos que o Capitão ficasse enterrado no gelo por algumas décadas, nunca houve qualquer razão pra Steve precisar ficar a bordo daquele avião. Mesmo que o piloto automático não existisse ainda – e já existia -, por que ele não poderia simplesmente usar um cinto pra amarrar o controle ou algo assim? Steve, nós apreciamos o sacrifício, mas foi estúpido.