Quer saber como a Mística é diferente nos filmes e nos quadrinhos?

0

Não se engane: a Mística é uma vilã absoluta quando se trata dos quadrinhos. A “shapeshiftter” azul é um bastião da vilania nas histórias dos X-Men. Mas os filmes – estrelados por Jennifer Lawrence – transformaram a femme fatale numa pessoa inexplicavelmente positiva. Então vamos aprender sobre o quão diferente a Mística é nos quadrinhos em comparação com o seu homólogo nos cinemas.

O Traje

Quer saber como a Mística é diferente nos filmes e nos quadrinhos? 1

Mística apareceu em seis dos nove filmes lançados até agora, geralmente como uma metamorfa linda cuja forma verdadeira é coberta de pele azul, escamas e cabelos vermelhos penteados pra trás. Esta tendência começou no primeiro filme X-Men de 2000, quando ela foi retratada pela atriz e ex-supermodelo Rebecca Romijn. Suponho que o diretor Bryan Singer queria exibir o corpo de Romijn, então tirou o vestido, botas, luvas e a decorações de crânio icônica da personagem em favor de escamas que cobrem seu corpo nu. Nos quadrinhos, Mística ocasionalmente usa outras roupas, mas é mais conhecida pelo traje branco e pelos crânios. Jennifer Lawrence finalmente usou algo semelhante no final de X-Men: Apocalipse – já não era tarde, né.

Má Até os Ossos

Embora ela estreou na série da Ms. Marvel durante o final dos anos 70, Mística logo migrou pros quadrinhos dos X-Men e se tornou uma ameaça mutante regular. Ela é uma conspiradora maquiavélica que usa seus poderes de metamorfose, agilidade e cura pra assassinar qualquer pessoa em seu caminho. Se ela se une a Magneto, Apocalipse, Sr. Sinistro ou mesmo os X-Men, quase sempre tem segundas intenções que atendem a seus próprios interesses. Os filmes até deram uma amostra dessa personalidade, especialmente durante X-Men 1, 2 e Dias de um Futuro Esquecido, apesar de terem mostrar uma pessoa totalmente diferente em Primeira Classe e Apocalipse.

Maternidade

Quer saber como a Mística é diferente nos filmes e nos quadrinhos? 2

Os laços familiares de Mística foram quase totalmente cortados dos filmes. Lembra do teletransportador vermelho de X-Men: Primeira Classe, Azazel? Nos quadrinhos, ele é o pai do Noturno – e Mística é a mãe. Ela teve outro filho, Graydon Creed, com o Dentes de Sabre. Creed despreza seus pais por abandoná-lo, resultando no ódio a todos com o gene-X e na formação do seu grupo anti-mutante, os Amigos da Humanidade. Mística também é a mãe adotiva de Vampira, que rouba permanentemente os poderes de Ms. Marvel por ordem da Mística antes de eventualmente se juntar aos X-Men. Quando ela tentou fazer as pazes com os filhos, já era tarde demais. E se você só conhece a Mística dos filmes, deve estar de queixo caído.

Interesses Românticos

As reviravoltas, os poderes e a lealdade volúvel de Mística resultaram em romances e divórcios com realmente muitos personagens nos quadrinhos ao longo dos anos. Ela já ficou com todos os tipos de pessoas em seu passado e alguns dos nomes podem surpreender. Além dos já referidos Dentes de Sabre e Azazel, ela também ficou com Magneto, Forge e até Wolverine. Uma vez, ela se transformou em Vampira e tentou seduzir Gambit, dizendo que não seria considerado traição. Doentio! Mística é também amante de longa data da mutante precognitiva, Sina – uma das primeiras relações lésbicas na história dos quadrinhos.

Mestra Assassina

Quer saber como a Mística é diferente nos filmes e nos quadrinhos? 3

Nos quadrinhos Dias de um Futuro Esquecido – assim como no filme – os heróis evitam um futuro distópico, onde mutantes são caçados à beira da extinção pelo programa Sentinela. No centro de todo este desastre está Mística e sua própria Irmandade de Mutantes. Ela se apresenta como Gambit pra fazer parecer que ele era, na verdade, a pessoa que matou o senador Robert Kelly, provocando o futuro apocalíptico. Claro, isso complica a prevenção da morte de Kelly pelos X-Men – e é apenas uma das muitas vezes que Mística faz com que algo extraordinariamente ruim aconteça.

Às Vezes Entre os X-Men, mas Nunca Líder

Durante todo o filme X-Men: Apocalipse, Mística interpreta a heroína que salvou as vidas do presidente e do Bolivar Trask no final do filme anterior. Até o final de Apocalipse, Mística é praticamente a líder do esquadrão dos jovens X-Men. Mas nos quadrinhos, as alianças de Mística mudam quase tão frequentemente quanto sua aparência. Ela tentou se juntar aos X-Men algumas vezes pra chegar mais perto de seus filhos, mas regularmente deixa de ajudar a equipe e luta contra eles. O heroísmo e liderança cinematográfica de Mística parece ser resultado da grande popularidade da atriz Jennifer Lawrence, que está praticamente garantindo dinheiro quando se trata de bilheteria. Mas com Lawrence supostamente farta da franquia, é possível que a personagem mude de volta pra mutante sorrateira, enganadora e sensual que todos nós amamos e odiamos.